Blog
O que deve saber sobre o mercado imobiliário
Blog
voltar \ Madrid, Roma ou Nova Iorque desertas: o fotógrafo que antecipou ver estas cidades vazias

Madrid, Roma ou Nova Iorque desertas: o fotógrafo que antecipou ver estas cidades vazias

26 mar 2020
Madrid, Roma ou Nova Iorque desertas: o fotógrafo que antecipou ver estas cidades vazias
A obra do fotógrafo espanhol Ignacio Pereira, em jeito de premonição dos cenários gerados pelo coronavírus. Fonte: Idealista News

O fotógrafo espanhol Ignacio Pereira trabalha, desde há anos numa série particular de imagens de diferentes cidades do planeta, onde suas ruas e lugares emblemáticos pareciam completamente vazios. O que antes era um sonho simples, tornou-se agora realidade: Madrid, Roma, Londres ou Nova Iorque, como nunca vimos antes.

Lugares tão emblemáticos como a Puerta del Sol e a Gran Vía, em Madrid, o Palácio de Buckingham, em Londres, a Fontana di Trevi, em Roma ou a Times Square em Nova Iorque perdem a agitação de sempre e parecem desertos ou quase desertos. Em cada fotografia, há uma pessoa misteriosa que caminha sozinha pelas ruas vazias.

Para Ignacio Pereira "o projeto evoluiu desde o início em 2016. Naquela época, o meu objetivo era criar espaços irreais que refletissem a solidão do indivíduo no ambiente urbano, em que pudéssemos estar cercados por pessoas e ao mesmo tempo estar muito solitários. Com a crise dos coronavírus, esse mundo distópico tornou-se realidade e as minhas fotos refletem uma realidade reconhecível, na qual as pessoas são, mas não são visíveis. No momento, o vazio representa para mim a solidariedade dos cidadãos, confinada nas suas casas, como maneira obrigatória de superar esta crise contra um inimigo invisível ".

O que este fotógrafo, nem qualquer um de nós poderia esperar, é que o seu trabalho se tornasse numa espécie de premonição do que está a acontecer agora em muitas cidades da Espanha, Itália ou EUA.

Veja Também