Blog
O que deve saber sobre o mercado imobiliário
Blog
voltar \ Avaliação bancária de casas soma e segue: chega aos 1.330 euros por m2 em janeiro

Avaliação bancária de casas soma e segue: chega aos 1.330 euros por m2 em janeiro

28 fev 2020
Avaliação bancária de casas soma e segue: chega aos 1.330 euros por m2 em janeiro
Está a subir desde abril de 2017 e atingiu agora um novo máximo, tendo aumentado 104 euros num ano. Fonte: Idealista News

O valor médio a que os bancos avaliam as casas em Portugal para efeitos de concessão de crédito à habitação está a subir há quase três anos, desde abril de 2017. Em janeiro de 2020 fixou-se nos 1.330 euros por metro quadrado (m2), mais nove euros (0,7%) que no mês anterior e mais 104 euros (8,5%) que no mesmo mês do ano passado. Trata-se de um novo máximo histórico, pelo menos desde que o Instituto Nacional de Estatística (INE) tem dados, janeiro de 2011.

É no Algarve que o valor médio de avaliação bancária é mais elevado (1.742 euros por m2 em janeiro de 2020), seguindo-se a Área Metropolitana de Lisboa (1.650 euros por m2) e a Região Autónoma da Madeira (1.411 euros por m2).

“A nível regional, a maior subida face ao mês anterior registou-se no Alentejo (1,2%). A única descida foi observada na Região Autónoma da Madeira (-0,1%)”, conclui o INE, acrescentando que “a taxa de variação homóloga mais elevada para o conjunto das avaliações verificou-se no Norte (9,2%) e a menor foi registada na Região Autónoma da Madeira (6,7%)”. 

No caso dos apartamentos, o valor médio de avaliação bancária no primeiro mês do ano foi 1.420 euros por m2, mais 0,9% que no mês anterior e mais 10,2% face a janeiro de 2019. O valor mais elevado foi observado na região do Algarve (1.750 euros euros por m2) e o mais baixo no Centro (1.112 euros por m2).

“O valor médio da avaliação para apartamentos T2 subiu 18 euros, para 1.474 euros por m2, tendo os T3 subido 13 euros, para 1.325 euros por m2. No seu conjunto, estas tipologias representaram 83,8% das avaliações de apartamentos realizadas em janeiro de 2020”, lê-se no site do INE.

Já as moradias valem para os bancos em janerio de 2020, em média, 1.176 euros por m2, mais quatro euros (0,3%) que no mês anterior e mais 51 euros (4,5%) que no período homólogo. 

De acordo com o instituto, “os valores mais elevados observaram-se no Algarve (1.717 euros por m2) e na Área Metropolitana de Lisboa (1.632 euros por m2), tendo o Centro registado o valor mais baixo (1.025 euros por m2)”.

Veja Também